Na mídia: Bons Fluidos digital: 06/10/2017 

No fim do mês de novembro, entre os dias 24 e 26, acontecerá em Cachoeiro de Macacu, no Estado do Rio de Janeiro, a primeira edição do retiro ‘A Jornada da Heroína – Reconsagrando o divino feminino’, desenvolvido pela terapeuta e instrutora de ThetaHealing® Katia Larsen. O evento pretende levar mulheres que estão em busca de si mesmas a vivenciarem momentos de profunda conexão com a sua natureza autêntica. Durante os dias, a ideia é que elas consigam atingir a sua alquimia interna dos elementos fogo, terra, ar e água e também a se reconectarem com os saberes ancentrais do mapa da heroína. Tudo isso por meio da dança, de meditações sagradas, expressão criativa e outras ferramentas para o aprofundamento pessoal de cada uma.

“A busca pela nossa essência nos dá sabedoria para enfrentar tudo que vimos no dia a dia. Muitas vezes, não temos a real noção do quanto somos fortes, de como é possível vencermos batalhas internas que parecem sem solução. Nesse retiro, cada mulher será guiada por meio do mapa da Jornada da Heroína, reconsagrando cada etapa e estágio percorrido como divino. Esse mapa foi criado para explorar a psique feminina e abrir a compreensão do caminho pessoal de cada mulher, facilitar a reconexão da espiritualidade feminina e curar a separação entre a mulher e sua natureza. A compreensão de si e a integração de todos os momentos vividos em sua história pessoal traz à mulher a luz e a dignidade do caminho percorrido”, explica Katia Larsen. E complementa: “A desconexão com nossa essência nos torna secas e sem brilho. O rompimento com a fonte natural de recursos  e a ausência daquilo que nos renova e revigora traz o adoecimento do corpo, do coração e do espírito. Essa desconexão ocorre quando tentamos nos adequar a uma exigência interna ou externa que interrompe esse fluido dinâmico de nossa psique”.

No dia da chegada, na sexta-feira, haverá uma meditação de sintonização com o corpo, coração, mente, espírito e o local; e, após o jantar, uma dança de consagração dos quatro elementos. No sábado, haverá meditação, dança, visualização criativa, apresentação do mapa da heroína e da prática de reconhecimento da história pessoal de cada uma no mapa, SoulCollage, mandala alquímica, ritual de renascimento com a água, cartas diálogos, cantos ancestrais sagrados e reconexão com o divino feminino. O domingo é dia de meditação, dança, visualização criativa, retorno ao vaso sagrado e encerramento com danças e cantos sagrados.

Fonte: Bons Fluidos digital: 06/10/2017 – 12:27

Veja Também